Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
24/01/19 às 15h36 - Atualizado em 24/01/19 às 16h51

Estão abertas seis mil vagas para Educador Social Voluntário

COMPARTILHAR

Thaís Rohrer, Ascom/SEEDF

 

 

A Secretaria de Educação do Distrito Federal abriu seis mil vagas para educador social voluntário. Nesta quinta-feira (24), foi divulgada, no Diário Oficial do DF, a portaria que institui o Programa Educador Social Voluntário (ESV).

 

Foto: Vladimir Luz, Ascom/SEEDF

Neste ano, a ajuda de custo dos voluntários aumentou de R$ 27 para R$ 30 por dia para cobrir despesas com alimentação e transporte. Outra novidade é que o processo seletivo será feito diretamente nas escolas.

 

Cada unidade escolar formará uma Comissão Avaliadora, composta por três membros: um representante da equipe gestora, um supervisor/coordenador pedagógico e um representante do Conselho Escolar. A lista com os nomes dos membros da Comissão Avaliadora deverá ser registrada em ata e divulgada à comunidade local.

 

Os ESVs já estarão nas escolas desde o início do ano letivo, em 11 de fevereiro. O processo seletivo e as inscrições serão de 28 a 30 de janeiro. O interessado em participar do programa deverá se dirigir à unidade escolar de sua preferência para efetivar a inscrição. As escolas funcionarão das 9h às 12h e das 14h às 17h.

 

O processo seletivo será composto das seguintes etapas: inscrição na escola de interesse, análise curricular, entrevista, divulgação do resultado parcial, recebimento da interposição de recursos e divulgação do resultado final.

 

Podem candidatar-se às vagas de educador social voluntário pessoas maiores de 18 anos de idade com habilidades especificadas descritas na portaria. Candidatos com idade mínima de 16 anos podem participar somente para atuar nas unidades escolares que ofertam Educação Integral e atendimento a estudantes indígenas, além de atenderem aos demais critérios previstos no documento.

 

Os ESV auxiliam nas atividades do dia a dia das escolas, tais como: formação, socialização de experiências, participação em atividades de apoio ao trabalho pedagógico e colônia de férias. As atividades dos educadores ficam sob orientação e supervisão da equipe gestora.

 

A capacitação dos educadores é feita na própria escola pela equipe gestora da unidade com base em orientações passadas pelas unidades de educação básica das regionais de ensino. Cada equipe avalia os pontos importantes a serem desenvolvidos junto aos ESVs, já eles podem atuar em áreas com especificidades.

Fique de olho nas datas

O resultado parcial do processo seletivo, com pontuação e classificação, será divulgado no dia 31 de janeiro em cada unidade escolar. Os recursos podem ser feitos no dia 1º de fevereiro, das 9h às 12h e das 14h às 17h. O resultado final, com pontuação e classificação, será divulgado no dia 5 de fevereiro

 

Vagas nas regionais de ensino

Brazlândia – 400

Ceilândia – 900

Gama – 230

Guará – 260

Bandeirante – 200

Paranoá – 370

Planaltina – 450

Plano Piloto e Cruzeiro – 890

Recanto das Emas – 260

Samambaia – 570

Santa Maria – 250

São Sebastião – 260

Sobradinho – 370

Taguatinga – 590

TOTAL GERAL – 6000

Documentos com original e cópia para inscrição

• documentos de identificação com foto: RG, carteira de habilitação(válida), passaporte(válido) ou carteira de trabalho

• CPF

• comprovante de residência

• declaração de escolaridade

• certidões negativas criminais da Justiça Federal e da Justiça Distrital

• certidão negativa da Justiça Eleitoral

 

Clique e veja:

Portaria nº 07 de 23/01/2019

Anexos