Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
8/11/18 às 11h38 - Atualizado em 8/11/18 às 11h41

Alunos do Gama levam teoria para o palco

Com teatro e música, estudantes do Centro de Ensino Fundamental 15 abordaram a Revolução Farroupilha e homenagearam Anita Garibaldi em apresentação no Palácio do Buriti

 

Da Agência Brasília

 

Com atividades de música, teatro, artes plásticas e literatura, alunos do Centro de Ensino Fundamental 15 (CEF 15) do Gama levaram da sala de aula para o palco o que aprenderam sobre a Revolução Farroupilha.

 

Foto: Toninho Tavares/Agência Brasília

Centrados na figura de Anita Garibaldi e por meio do projeto Mulheres Inspiradoras, os estudantes apresentaram-se no Palácio do Buriti, na tarde desta quarta-feira (7).

 

Na área musical, os próprios alunos, instruídos pelos professores de música da escola, compuseram uma canção inspirada na história da revolucionária catarinense. O espetáculo incluiu ainda orquestra de cordas e apresentação de dança.

 

Durante o evento, foram expostas pinturas em tela com a imagem de Anita Garibaldi e exibido gibi sobre a Revolução Farroupilha produzido pelos estudantes com integração das áreas de artes, história e português.

 

Para a diretora do CEF 15 do Gama, Ana Élen Ferreira Moitinho, a apresentação é um atestado da melhoria de ensino na unidade.

 

“Nossa escola já foi muito ruim quanto à violência e ao desempenho escolar. Hoje, é referência em educação integral. É muito gratificante mostrar o empenho dos alunos e professores”, avaliou.

 

Ao fim da manifestação cultural, os estudantes narraram a história de Anita Garibaldi em uma peça teatral e encerraram com homenagem a outras mulheres consideradas inspiradoras, como Maria da Penha, Dandara Palmares e Marielle Franco.

 

A iniciativa — da Aliança das Mulheres que Amam Brasília (AmaBrasília), em parceria com a Secretaria de Educação — também entregou prêmios de honra a membros da escola e a representantes da associação, como a presidente, Cosete Ramos, e a presidente de honra, Márcia Rollemberg.