Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
10/06/19 às 19h05 - Atualizado em 10/06/19 às 19h05

Caravana da Educação percorre o Paranoá

COMPARTILHAR

Rossana Gasparini, Ascom/SEEDF

 

Caravana da Educação no CED Darcy Ribeiro, do Paranoá. Foto: Luís Tavares, Ascom/SEEDF

 

O Centro Educacional Darcy Ribeiro, do Paranoá, foi uma das escolas visitadas pelo secretário de Educação, Rafael Parente, durante a Caravana da Educação, realizada nesta segunda-feira (10). O secretário, juntamente com a equipe do gabinete e subsecretários, percorreu escolas da coordenação regional de ensino do Paranoá.

 

No CED Darcy Ribeiro, a diretora Aldeneide Rocha contou que, este ano, a escola recebeu a alocação de duas orientadores pedagógicas, que auxiliam na mediação de conflitos entre estudantes.

 

Na sala dos professores da unidade, a professora Ercilia Louzada contou que sempre participa dos cursos realizados pela Subsecretaria de Formação Continuada dos Profissionais da Educação (EAPE), mas que gostaria que mais profissionais que estão em sala de aula atualmente pudessem contribuir dando aula nessas formações.

 

Rafael Parente anunciou que a próxima regional de ensino a receber internet de alta velocidade será a CRE do Paranoá. “Acredito que estamos fazendo um bom trabalho e trabalhando muito e quero que todos entendam que não vamos fugir dos problemas. Não vamos resolver todos os problemas, mas vamos fazer o possível para que a grande maioria deles seja solucionada”.

 

Caravana

 

A Caravana desta segunda-feira (10) esteve também na Escola Classe Quebrada dos Néris, na BR 251 km 23, que conta com 108 estudantes, a maioria deles da comunidade Café Sem Troco e no Centro Educacional do PAD-DF, localizado na BR 251, na área rural do Paranoá/DF. Essa unidade é atualmente a maior escola rural do Distrito Federal, atendendo a cerca de 1.100 estudantes.

 

O secretário também foi ao Centro de Ensino Fundamental Jardim II, que conta com cerca de 200 estudantes, e ao Centro de Ensino Médio 01, que tem 2.000 estudantes. Na escola, foi lançado o Escolas que Queremos, programa do qual a unidade fará parte e que pretende melhorar os índices de aprendizagem, aumentar a nota do Ideb e reduzir taxas de reprovação e abandono escolar em 190 escolas da rede pública de ensino do DF.