Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
7/08/19 às 14h53 - Atualizado em 7/08/19 às 14h53

Celan está de cara nova e mais seguro

COMPARTILHAR

A unidade foi reformada, ganhou reforço na segurança e terá projetos diferenciados

 

Daiane Garcez, CRE Plano Piloto

 

 

Foto: Daiane Garcez, CRE Plano Piloto

A volta às aulas no Centro de Ensino Fundamental (CEF) 01 do Lago Norte, conhecido como Celan, foi de muita emoção para a garotada e para os professores. Eles encontraram um ambiente totalmente diferente. Isso porque, durante o recesso escolar, houve mudanças na estrutura que vão garantir mais segurança aos estudantes.

 

O sistema de sala ambiente – quando os estudantes mudam de sala entre uma aula e outra e espaços são organizados com temas voltados para o componente curricular – e dois projetos relacionados à arte, cultura e cidadania também serão novidades no segundo semestre de 2019.

 

Em julho, a Coordenação da Regional de Ensino (CRE) do Plano Piloto listou as principais necessidades da unidade e “arregaçou as mangas”. Uma das prioridades foi fechar o alambrado na escola com telha e concreto. A medida deixará a unidade mais segura, visto que, agora, o local estará todo cercado.

 

O trabalho de reforma da unidade foi árduo. Cerca de 20 profissionais da construção civil empenharam esforços para recuperar as paredes e janelas danificadas, principalmente, por causa das pichações e ferrugens. O forro foi trocado e os sistemas hidráulico e elétrico foram reformados. Por fim, os três blocos e os corredores do Celan ganharam cores vibrantes.

 

“Não podíamos mais esperar para tomar providências. A nossa missão é oferecer educação de excelência aos nossos estudantes. Cuidar do ambiente escolar é uma medida que contribui para conseguirmos a qualidade que tanto primamos”, comemorou o coordenador da regional de ensino do Plano Piloto, Álvaro Matos de Souza.

Acolhimento Caloroso

 

O novo visual exigiu recepção especial. A meninada, ao voltar do recesso, ganhou aplausos da equipe e, depois, todos seguiram para o ginásio onde receberam boas-vindas e um pedido da diretora Ana Paula de Oliveira Viégas: “Cabe a todos nós cuidarmos deste espaço tão importante nas nossas vidas. O Celan é de todos nós e temos que mantê-lo assim”, afirmou.

 

Bruna Gomes, 12 anos, contou que estava ansiosa para voltar às aulas e ficou encantada ao se deparar com tudo novinho. “Está tudo lindo, eu amei. Estava acostumada com a escola antiga. Assim está muito melhor e a gente fica mais animado para estudar, com certeza. Vou me esforçar muito”, revelou a adolescente.

 

Aulas diferenciadas

 

Foto: Daiane Garcez, CRE Plano Piloto

As mudanças não se esgotaram na parte física. Com a reforma, o Celan voltará a ter sala ambiente. Na prática, há um espaço para cada professor ministrar a disciplina. Com isso, quem troca de sala quando sinal toca são os estudantes.

 

Entre as vantagens está um ambiente com mais recursos e, consequentemente, mais atrativo. O professor de matemática, Davi Guedes, na primeira aula explicou a novidade com muito entusiasmo. “Vamos ter muito mais opções de recursos. E se vocês tiverem sugestões de jogos e outros materiais para usarmos nas nossas aulas podem falar que vamos providenciar. Vai ser muito interessante”, afirma.

 

Projetos Inovadores

O segundo semestre é de inovações na prática pedagógica. A partir deste mês, o Celan participará do projeto do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) voltado à cidadania. A ideia é reunir os adolescentes, quinzenalmente, e realizar rodas de conversa sobre temas ligados ao dia a dia.

 

Em setembro, a unidade de ensino será beneficiada pelo projeto Territórios Culturais, uma parceria com a Secretaria de Cultura. Estudantes serão selecionados para participarem de aulas no Centro de Dança de Brasília. Entre os objetivos estão a disseminação da arte e cultura e a utilização e valorização de espaços culturais da cidade. O Celan atende 853 estudantes.