Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
24/03/20 às 18h12 - Atualizado em 24/03/20 às 18h14

Estudantes do Gama participam de feira de ciência e engenharia

COMPARTILHAR

Projetos tratam do uso de TICs no Ensino Médio, reutilização de garrafas PET, produção de gás e biofertilizante

 

*Ascom/SEEDF c/informações da FAPDF

 

Dois dos projetos tratam do uso de TICs no Ensino Médio e da reutilização de garrafas PET – Foto divulgação

 

Três projetos de estudantes do Centro de Ensino Médio Integrado do Gama (Cemi) participam da Feira Brasileira de Ciência e Engenharia (Febrace), realizada pela Universidade de São Paulo (USP), para estimular os jovens cientistas. Uma das etapas que eles precisam vencer é a de votação popular, para cada um dos projetos. Para votar, basta acessar o site do Cemi Gama e seguir as instruções.  Este ano, em virtude da pandemia de Covid-19, a feira está acontecendo somente em meio virtual, de 23 de março a 4 de abril.

 

Para serem produzidos, os trabalhos tiveram o fomento da Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal (FAPDF). Cada um recebeu R$ 6 mil, no âmbito do  Edital 10/2019 da Fundação. Trata-se de uma seleção pública de propostas de apoio à participação em eventos de natureza científica, tecnológica e de inovação voltada para docentes da rede pública de ensino que coordenam projetos realizados pelos estudantes da Educação Básica do DF.

 

O edital é de fluxo contínuo e os docentes interessados em buscar apoio devem consultar o site da FAPDF e ler o Edital  para saber como participar.

 

Saiba mais sobre os projetos participantes a seguir

 

BIO116 – Diger-bio – produção de gás e biofertilizante a partir de restos de alimento: o biodigestor tem como objetivo transformar matéria orgânica, depositada em seu interior, em gás metano e em biofertilizante. O grupo teve como desafio desenvolver um biodigestor que seja pequeno e compacto para que caiba em todos os tipos de moradia e que tenha a mesma capacidade de produção de biogás que um biodigestor de porte maior. Neste projeto os pesquisadores visam melhorar o destino dos restos de alimentos de matéria orgânica. O protótipo criado pelo grupo é de baixo custo, na tentativa de alcançar o maior público possível. Link do projeto para votação.

 

Reutilização de garrafas PET para produção de blocos sustentáveis: a pesquisa considera a necessidade de novos métodos para a reutilização do plástico que é descartado de forma indevida, seja pelas empresas ou pela sociedade comum. Como forma de reduzir esses danos ambientais, busca reutilizar objetos compostos por plástico (garrafas PET) que não tem mais utilidade e, com base nos resultados já obtidos, indica que o modelo de bloco sustentável proposto é uma alternativa mais resistente que os modelos de bloco estrutural fabricados a partir de concretos convencionais, tornando-se até quatro vezes mais resistente que o de concreto. Link do projeto para votação.

 

HUM224 – Metodologias de ensino com uso de TICs no ensino médio: o objeto desta pesquisa é ampliar o uso de TIC’s (Tecnologias da Informação e Comunicação) trazendo uma nova dinâmica e ponto de vista sobre como deve ser uma sala de aula e como os alunos podem aprender de acordo com o seu tipo de inteligência. Utiliza, por exemplo, óculos de realidade virtual (RV) para realizar aula imersiva sobre o bioma amazônico, aumentando o interesse e capacidade de aprendizado dos alunos, conforme verificado no resultado da pesquisa. Link do projeto para votação.
 

Cemi Gama

 

Inaugurado em 2006, a unidade é uma das 12 escolas piloto do Novo Ensino Médio no DF. Com 475 estudantes, também faz parte do programa Ensino Médio em Tempo Integral (EMTI), com o curso integrado de técnico em informática, e é considerada uma das melhoras desta etapa no DF. Em 2017, obteve 4,7 na média do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

 

Visite o site da escola 

 

Febrace

 

A Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace) é um movimento nacional de estímulo ao jovem cientista e acontece, anualmente, na Universidade de São Paulo (USP). Apoiada por órgãos, empresas e instituições nacionais e internacionais, a mostra revela, desde 2003, novos talentos e oportunidades. Entre seus principais objetivos estão o estímulo de novas vocações em Ciências e Engenharias, a aproximação das escolas públicas e privadas das universidades e a geração de oportunidades para jovens pré-universitários entrarem em contato com reconhecidos cientistas.

 

Saiba mais