Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
6/11/18 às 16h00 - Atualizado em 6/11/18 às 16h01

Estudantes escritores recebem prêmio

IV Concurso Jovem Escritor valoriza leitura e reconhece talentos

 

Thaís Rohrer, Ascom/SEEDF

 

Vladimir Luz, Ascom/SEEDF

Emoção e reconhecimento são palavras que resumem bem o sentimento dos 100 estudantes que tiveram seus textos publicados no livro Jovem Escritor 2018. O lançamento da obra ocorreu durante a cerimônia do IV Concurso Jovem Escritor, no auditório da Câmara Legislativa, nesta terça-feira (6).

 

Foram 26 mil alunos inscritos no Simulado DF, que é um preparatório para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Os textos foram escolhidos a partir da redação desse certame, que teve como tema os desafios para a implementação da mobilidade sustentável nos grandes centros urbanos brasileiros.

 

Participaram do simulado e concurso estudantes da 3ª série do Ensino Médio de escolas públicas e privadas do Distrito Federal, bem como do 3º segmento da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

 

A Subsecretária de Educação Básica da SEEDF, Luciana Oliveira, deixou um recado aos estudantes durante a cerimônia. “Acreditem sempre em vocês e em todo o processo de aprendizagem. Esse é um ciclo que não se encerra porque a escrita é uma das linguagens mais importantes de manifestação de ideias e conhecimento”, ressaltou.

 

O Concurso Jovem Escritor é organizado pelo Sindicato das Indústrias Gráficas do Distrito Federal (Sindigraf), em parceria com a Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal (SEEDF), com o objetivo de estimular a leitura e a escrita entre os participantes do Simulado DF.

 

“Parabéns a todos os estudantes. Hoje é dia de alegria e reconhecimento do esforço feito”, completou Antonio Eustáquio de Oliveira, presidente do Sindigraf.

 

Os 100 alunos receberam o livro Jovem Escritor 2018 e o certificado de participação no concurso.

Prêmio especial

As 10 redações com notas mais altas entre as 100 redações selecionadas foram escolhidas para recebimento de prêmios. Eles ganharam um curso no Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e um vale-compras de R$ 100 para a compra de livros.

 

Ana Luiza estuda no Centro Educacional 3 de Sobradinho e ficou entre os 10 estudantes com as melhores notas nas redações. “Estou emocionada. É uma grande conquista para mim. Fui alfabetizada com 10 anos de idade e tive que superar algumas dificuldades ao longo do caminho. Meus professores foram fundamentais”, conta. A jovem adora ler e sonha em cursar Letras.

 

Karla Cristina é professora de Ana Luiza e estava super orgulhosa na cerimônia: “É um momento que não tem preço. É muito bom ver que nosso trabalho tem gerado resultados. Vale a pena! Parabéns para as minhas alunas que ganharam os prêmios. Foram duas da nossa escola”, disse contente.

 

Ivone de Sousa é estudante da EJA no Centro Educacional 7 Ceilândia e ficou feliz de estar no seleto grupo de estudantes com as melhores notas. “Realmente não esperava. Estou muito feliz! Eu adoro ler e esse prêmio é um incentivo para mim que voltei a estudar”, conta.

 

IV Prêmio Jovem Escritor