Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
23/03/20 às 16h59 - Atualizado em 25/03/20 às 14h30

Famílias já gastaram R$ 3 milhões da bolsa alimentação

COMPARTILHAR

Gasto médio diário tem sido de R$ 37,11 por dia por família

 

Rossana Gasparini, Ascom/SEEDF

 

Foto: Tony Winston/Agência Brasília

 

Balanço desta segunda-feira, 23/3, da bolsa alimentação mostra que os beneficiários do programa já utilizaram R$ 3.239.283,63 na compra de produtos alimentícios. O valor corresponde a 48,14% do total disponível para o programa, criado de forma emergencial para suprir a falta da merenda escolar para estudantes da rede pública de ensino que já usufruem do cartão material escolar, aqueles cujas famílias fazem parte do Bolsa Família. São R$ 6,7 milhões que podem ser gastos até o retorno das aulas, suspensas como medida de prevenção à pandemia do coronavírus.

 

O gasto médio diário tem sido de R$ 37,11 por dia por família. Os maiores gastos foram registrados entre sexta (20) e domingo (22). A maioria das famílias têm utilizado os recursos em hipermercados, o que corresponde a 84,97% dos valores injetados na economia do Distrito Federal. Em seguida vêm os Atacados (7,88%) e setor de alimentação, como hortifrutigranjeiros (3,34%).

 

No total, 106 mil estudantes estão sendo beneficiados, o que corresponde a quase 70 mil famílias. Os saldos do cartão podem ser consultados pelo aplicativo BRB CARD Pré-pago. Para a compra de alimentos, o cartão pode ser utilizado em qualquer estabelecimento, como supermercados, mercados, mercadinhos de bairros, restaurantes e padarias, os quais continuam com as portas abertas, mesmo com as medidas de fechamento de estabelecimentos comerciais tomadas até o momento para evitar a disseminação do coronavírus.

 

Os beneficiários que tiverem qualquer dúvida, denúncia, reclamação, sugestão ou elogio podem entrar em contato com a Ouvidoria, pelo 162 ou pelo site.

 

 Saiba mais sobre o CME.

 

 Leia mais sobre o Bolsa Alimentação.

 

Leia Também

 Beneficiários do Bolsa Alimentação gastam R$ 1 milhão