gototop

ETI – Educação em Tempo Integral no Ensino Médio

ETI – EDUCAÇÃO EM TEMPO INTEGRAL NO ENSINO MÉDIO 

A Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal aderiu ao Programa de Fomento às Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral do Ministério da Educação (MEC), cujo intuito é apoiar os sistemas de ensino público a atender à meta 6 do Plano Nacional de Educação (PNE), que prevê, até 2024, a oferta da educação em tempo integral em pelo menos 25% dos estudantes da educação básica.

É um momento de ações compartilhadas entre União, Estados e o Distrito Federal para melhorias do Ensino Médio.

Para mais informações, acesse os Links:

Portaria nº 1.145, de 10 de outubro de 2016

Medida Provisória nº 746, de 22 de setembro de 2016:

Lei nº 13.415, de 16 de fevereiro de 2017:

A princípio, 13 Unidades Escolares da Rede de Ensino do DF participarão do Programa. A partir do 2º semestre de 2017, serão, aproximadamente 3 mil estudantes atendidos, em tempo integral, na escola, vivenciando uma jornada ampliada de estudos, recebendo formação com projetos diversificados, o que resultará em uma formação escolar mais sólida para suas vidas.

O Programa será implementado, primeiramente, nas turmas de primeira série do Ensino Médio. Serão duas (02) escolas com curso integrado à Educação Profissional; duas (02) escolas do campo; seis (06) Centros de Ensino Médio; e três (03) Centros Educacionais.

A carga horária estendida possibilita que o jovem vivencie e interaja mais no espaço escolar, pois a matriz curricular, além da base comum, será reestruturada com foco na prática de projetos para desenvolvimento de habilidades, para orientação de estudos e preparação para o mundo do trabalho. Esses projetos possibilitarão, a esses jovens, melhores condições para criarem ou repensarem projetos de vida mais significativos, consistentes e exequíveis. Os estudantes contarão com as disciplinas obrigatórias, de acordo com a Base Nacional Comum, sendo que as cargas de português e matemática serão ampliadas, além das disciplinas da Parte Diversificada e da Parte Flexível, que serão oferecidas de acordo o Projeto Político Pedagógico de cada Unidade Escolar.

As Unidades Escolares contarão com aporte financeiro do programa para realizar adaptações na infraestrutura, a fim de melhorar as condições do espaço escolar, propiciando a permanência do estudante na escola para garantir uma formação escolar mais ampla e plena.

Por fim, o programa também determina um modelo de gestão voltado para uma prática pedagógica com resultados. Assim, todos – docentes, gestores (local, regional e central) estarão imbuídos de um projeto para, efetivamente, fortalecer a educação básica no DF, possibilitando uma educação de qualidade, no presente, para que o jovem encontre melhor sentido em seu futuro.

Unidades Escolares que participarão do Programa de Fomento às Escolas de Ensino Médio do Ministério da Educação

Ensino Médio integrado à educação profissional:

  • Centro de Ensino Médio Integrado à Educação Profissional do Gama – CEMI Gama (Curso Técnico em Informática)
  • Centro Educacional 01 do Cruzeiro – CED 01 (Curso Técnico de Informática para Internet)

Escolas do Campo:

  • Centro Educacional INCRA 08 – CED INCRA 08
  • Centro Educacional Taquara – CED Taquara

Centros de Ensino Médio:

  • Centro de Ensino Médio 01 de Brazlândia – CEM 01
  • Centro de Ensino Médio Júlia Kubitschek – CEM JK (Bandeirante)
  • Centro de Ensino Médio da Asa Norte – CEAN
  • Centro de Ensino Médio 03 de Taguatinga – CEM 03
  • Centro de Ensino Médio Escola Industrial de Taguatinga – CEMEIT
  • Centro de Ensino Médio de Taguatinga Norte – CEMTN

Centros Educacionais:

  • Centro de Ensino Médio do Lago Norte – CEDLAN
  • Centro Educacional do Lago Sul – CEDLAGO
  • Centro Educacional 07 de Taguatinga – CED 07

PERSPECTIVAS: PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

Universalização do acesso e permanência de todos os adolescentes de 15 a 17 anos nesta etapa.

Meta 3 do PNE, Lei 13.005/2014: universalizar, até 2016, o atendimento escolar para toda a população de 15 (quinze) a 17 (dezessete) anos e elevar, até o final do período devigência deste PNE, a taxa líquida de matrículas no ensino médio para 85% (oitenta e cinco por cento).

Meta 6 do PNE, Lei 13.005/2014: oferecer educação em tempo integral em, no mínimo, 50% (cinquenta por cento) das escolas públicas, de forma a atender, pelo menos, 25% (vinte e cinco por cento) dos (as) alunos (as) da educação básica.

Meta 7 do PNE, Lei 13.005/2014: fomentar a qualidade da educação básica em todas as etapas e modalidades, com melhoria do fluxo escolar e da aprendizagem de modo a atingir as seguintes médias nacionais para o Ideb:

IDEB

2015

2017

2019

2021

Anos Iniciais do Ensino Fundamental

5,2

5,5

5,7

6,0

Anos Finais do Ensino Fundamental

4,7

5,0

5,2

5,5

Ensino Médio

4,3

4,7

5,0

5,2

Meta 19, Lei 13.005/2014: assegurar condições, no prazo de 2 (dois) anos, para a efetivação da gestão democrática da educação, associada a critérios técnicos de mérito e desempenho e à consulta pública à comunidade escolar, no âmbito das escolas públicas, prevendo recursos e apoio técnico da União para tanto.

 
VOCÊ ESTÁ AQUI: Início Programas e projetos