Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
10/09/19 às 17h21 - Atualizado em 17/09/19 às 16h36

Secretaria irá ampliar a oferta de vagas na educação integral

COMPARTILHAR

Da Redação, Ascom/SEEDF

 

A Secretaria começou a implementar, neste 2º semestre, um plano de reorganização de toda a rede

 

Foto: Vladimir Luz, Ascom/SEEDF

 

A Secretaria de Educação do DF pretende ampliar em 10% o atendimento da educação integral a toda a rede pública de ensino até 2024, aumentando a oferta, até lá, em 3 mil matrículas por ano nesse sistema. Calculando pelo número de vagas ofertadas hoje na rede, seriam em torno de 46 mil estudantes. Atualmente, 7% de toda a rede é atendida pela educação integral nos ensinos fundamental e médio, sendo que o médio aumentou a oferta em 1.200 vagas este ano e agora atende 4 mil estudantes.

 

A Secretaria de Educação começou este ano letivo com 37 mil estudantes e mantém hoje esta mesma oferta, nas mesmas 198 escolas que ofertavam em fevereiro. Nos anos anteriores, 62 escolas deixaram de ofertar vagas integrais, entre 2012 e 2017. Em 2012, o Ministério da Educação reduziu o fomento do programa Mais Educação e só o substituiu no final de 2018 pelo Escola do Adolescente, mas a Secretaria optou por não aderir.

 

Para ampliar o número de vagas, a Secretaria começou a implementar, neste 2º semestre, um plano de reorganização de toda a rede, com base em mapeamento feito no início deste ano, de forma a ampliar a oferta de vagas na educação integral e organizar a demanda da educação regular em 2020.

 

O mapeamento revelou, entre outras coisas, escolas onde havia salas de aula ociosas que poderiam atender à demanda da educação integral, bem como outras que poderiam atender à demanda de novas matrículas para o ensino regular. O plano prevê tornar algumas unidades escolares em atendimento 100% de educação integral. Todos esses dados foram cruzados.

 

O cruzamento revelou, por exemplo, que o CASEB, na 907 Sul, possui salas de aula ociosas que poderiam passar a atender a 20 salas de alunos da educação integral para um total de 710 estudantes do 6ª ao 9ª anos.

 

Revelou também que, perto do CASEB, dentro da mesma área de atendimento, o CEF 2 oferta, na 107 Sul, vagas para 195 estudantes em tempo integral, nos 6ª e 7ª ano do ensino fundamental, em sete salas de aula.

 

A proposta da Secretaria é tornar o CASEB totalmente integral uma vez que tem infraestrutura adequada para isso e abrir novas vagas para a educação regular no CEF 2 em 2020.