Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
11/03/19 às 17h01 - Atualizado em 11/03/19 às 17h01

SEEDF nomeia 288 professores e orientadores

COMPARTILHAR

 

Nesta segunda-feira (11), foi publicada no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) a nomeação de 54 professores da Educação Básica e 234 pedagogos-orientadores educacionais. Ao todo, 288 novos profissionais vão reforçar o quadro de pessoal da carreira de magistério da Secretaria de Estado de Educação do DF (SEEDF).

 

Foto: Luis Tavares, Ascom/SEEDF

Estão convocados professores para as áreas de biomedicina, eletrônica, eletrotécnica, enfermagem, informática, odontologia, matemática e língua estrangeira moderna (LEM)/japonês, sendo que 26 dos docentes terão carga horária de 20 horas semanais e outros 28 farão 40 horas semanais. Já o contrato dos pedagogos-orientadores é de 40 horas semanais.

 

Há previsão de nomeação de mais 234 pedagogos-orientadores educacionais ainda no primeiro semestre de 2019, somando 468 convocações. “Os orientadores são imprescindíveis para que a gente consiga ter melhorias na qualidade da aprendizagem dos estudantes, assim como fazer da escola um ambiente de boa convivência entre toda a comunidade escolar”, avalia a subsecretária de Educação Básica da SEEDF, Jackeline Domingues de Aguiar.

 

O concurso para professores da Educação Básica foi realizado pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) em outubro de 2016. O resultado final estava publicado em setembro do ano seguinte. Já o certame voltado para pedagogos-orientadores educacionais aconteceu em agosto de 2014 e foi realizado pelo Instituto Quadrix. O resultado final saiu em maio de 2015.

 

As nomeações fazem parte das medidas do SOS Educação, dentro do plano de ações da SEEDF.

Pedagogo-Orientador

O pedagogo-orientador educacional tem o papel de acompanhar e dar apoio aos profissionais da educação, estudantes e seus familiares. É responsável pela articulação da comunidade escolar com os demais atores sociais quanto ao processo de ensino e aprendizagem e as relações humanas que os cercam.

 

O profissional também trabalha coletivamente com as equipes gestora e pedagógica em casos de omissão e violação dos diretos da criança e do adolescente, junto aos órgãos de proteção. As atribuições detalhadas do pedagogo-orientador educacional podem ser consultadas no Regimento Escolar da Rede Pública de Ensino do DF.